Feeds:
Posts
Comentários

Placebo, Social Distortion, Moby e Simply Red são algumas das atrações
internacionais que agitam o Brasil no mês de Abril.

A banda inglesa Placebo começa sua nova turnê pelo país em Porto
Alegre (13, Pepsi on Stage). Em seguida, toca em Curitiba (14, Master
Hall), Belo Horizonte (16, Chevrolet Hall) e São Paulo (17, Credicard
Hall). Os shows divulgam o disco “Battle for the Sun”, lançado em
2009.

Já os veteranos do Simply Red voltam ao país com sua turnê de
despedida. O grupo liderado pelo cantor Mick Hucknall toca em Recife
(16, Chevrolet Hall), São Paulo (20, Credicard Hall), Belo Horizonte
(21, Chevrolet Hall) e Rio de Janeiro (23, Citibank Hall)

Quem vem ao Brasil pela primeira vez é a veterana banda punk
norte-americana Social Distortion. O grupo faz shows em Porto Alegre
(15, Casa do Gaúcho), Rio de Janeiro (16, Circo Voador), São Paulo
(17, Via Funchal) e Curitiba (18, Master Hall).

Para o final de abril, o DJ produtor norte-americano Moby apresenta o
show que promove o disco “Wait For Me” em Porto Alegre (20, Pepsi on
Stage), Curitiba (21, Master Hall), São Paulo (23, Credicard Hall) e
no Rio de Janeiro (24, Citibank Hall).

Em São Paulo, o mês tem ainda shows da banda holandesa de metal Épica
(10), do cantor de reggae judeu Matisyahu (11), da banda Korn (21) e
do grupo teen Isa TKM (25), entre outras atrações.

Fonte: Uol Music

Allyson Silvério / grimbow@gmail.com

Contatos: 4allmagazine@gmail.com


Uma questão de respeito

Tive a sorte de dar os primeiros passos dentro da cozinha com a minha avó Lydia, ela era a paciência em pessoa, já falei dela em outras oportunidades, mas o mais importante de todo o aprendizado eu só pude perceber nas entrelinhas muitos anos depois, a necessidade de respeitarmos o alimento durante o seu preparo.
Não esperem que eu vá falar sobre algum tipo de ritual ou algo assim. Quando ela fazia bife à milanesa um bife só era empanado quando o primeiro já estava no fogo, isso fazia com que a carne não “chupasse” a farinha de trigo e a casquinha continuava solta. Posso garantir que foi o melhor bife à milanesa que eu comerei durante toda a vida.
Outros exemplos não faltam, o molho de tomate que ficava horas no fogo e os cortes dos ingredientes que entravam nas receitas dos antepastos então, moedores e picadores? Nem pensar. A feijoada ia pro fogo na véspera e o seu cheiro tomava conta da casa por horas e horas.
O meu trabalho de consultor gastronômico tem muito de professor, a diferença são os alunos. Quando entro em uma cozinha que já funciona isso me dá um pouco mais de trabalho, pois a maioria dos cozinheiros e auxiliares traz anos e anos de vícios na bagagem, Quando são aulas ou estamos montando um restaurante esse aprendizado é mais tranquilo.
Sempre dou o exemplo de uma carne assada, se ela precisa de 60 minutos de forno à 180° C para chegar ao seu melhor ponto, 40 minutos à 200° C não vão fazer o bem à carne, nem 80 minutos à 150° C, faz sentido isso?
Estenda esse conceito à tudo mais dentro de uma cozinha, deixar apurar em fogo baixo aquela feijoada ou o famoso sugo di pomodoro, deixar as carnes no tempero e quando entrar na cozinha entrar com bons sentimentos.
Se eu falar de amor na cozinha vai parecer que estou fazendo propaganda de alguma marca de tempero, mas o melhor ingrediente para um bolo solar e um pão não crescer é entrar com sentimentos ruins na cozinha, por que isso acontece?
De coração eu digo que não faço idéia, mas que acontece, acontece então evitar isso é fácil, experimente entrar na cozinha de coração aberto e cozinhar com sentimentos positivos pra quem comerá a sua preparação, depois perceba a diferença de um dia comum.

Quero aproveitar e desejar boa Páscoa a todos, e no clima da Páscoa uma das minhas receitas preferidas de bacalhau:

Bacalhau com parmesão

 

1 kg de bacalhau dessalgado (veja dicas de como dessalgar o bacalhau clicando aqui)
2 colheres de manteiga
2 cebolas cortadas em tiras finas
1 litro de molho branco
200 g de parmesão ralado
Manteiga para untar

Modo de preparo:

Em uma panela coloque a manteiga e frite a cebola, antes de dourar coloque o bacalhau, o molho branco e metade do parmesão, mexa bem e coloque em um refratário untado com manteiga, coloque o restante do parmesão e leve ao forno médio (180º C) por cerca de 20 minutos ou até dourar.

Ronaldo Rossi é chef de cozinha, professor e consultor na área de gastronomia e coordenador do Portal do Rossi, conheça mais em: www.ronaldorossi.com.br

Mochilão celophânico

Fé, arte e História na Barroca Ouro Preto

Olá leitores fiéis da 4All Magazine!!Depois de umas férias merecidas visitando lugares super bacanas o Celophane Cultural de hoje mostra uma das cidades que visitei encravada nas serras mineiras, com um arsenal de igrejas barrocas fantásticas e com mais de trezentos anos. a charmoséeeerrrima Ouro Preto.

A Dica é visitar a cidade na semana Santa, onde fé, arte e história se misturam sobre os tapetes de serragem das tradicionais procissões mineiras.

A Semana Santa é Ouro Preto em pleno estado de graça. No altar das montanhas de Minas, a cidade celebra sua festa maior, na qual arte e fé se confundem e projetam, numa única expressão, o sentimento mais profundo do povo. Há mais de três séculos, Ouro Preto rememora a Paixão de Jesus Cristo com a dramaticidade barroca da liturgia e a emoção criadora da arte. É este momento de singular transcendência que agora tem início, culminando na sexta-feira santa, dia 2, e no domingo de Páscoa, dia 4 de abril.

As ruas e ladeiras da cidade mais barroca do Brasil se enfeitam com seus tradicionais tapetes de serragem confeccionadas por fiéis e artistas locais.

No Sábado de Aleluia, os fiéis ficam em vigília, à espera da chegada do Domingo da Ressurreição. O dia marca o início do ano litúrgico católico. As ruas são enfeitadas pelos tapetes e as janelas das casas decoradas com colchas de retalho, toalhas bordadas e vasos de flores. Em Ouro Preto, a confecção dos tapetes vara a madrugada.

Leia mais em:

http://www.pmop.com.br/destaques/destaque.php?iddestaque=682

Foto Neno Vianna – Barroco Press

Veja mais fotos de minha visita a Ouro preto no:

férias mar2010 001

Literatura…Dalai

Hoje em dia, a literatura vem assumindo um certo status que nunca quis alcançar: o de ser um campo ou capitalista (com o advento da cultura pop) ou intelectual (com as obras clássicas e complicadas).

Para tentar acabar com essa visão dualista sobre a literatura, hoje resolvi indicar alguns sites que falam sobre literatura de uma forma mais informal, sem aquela linguagem acadêmica que nem doutor em linguística aguenta (e acaba indo pro BBB).

http://rascunho.rpc.com.br/index.php

Site aqui do Paraná, cheio de dicas de livros e interpretações e análises literárias.

http://www.releituras.com/

site com trechos de obras, e até  obras completas, dos maiores autores brasileiros.

http://www.gargantadaserpente.com/

site com novos autores, tanto na poesia como na prosa (estou lá!)

http://www.cronopios.com.br

O forte do site são os ensaios sobre literatura e entrevistas. Muito interessante e respeitado.

http://www.germinaliteratura.com.br/links.htm

outro site que traz novos autores e um toque de literatura erótica

http://www.rabisco.com.br/

site da revista eletrônica que fala sobre uma arte mais contemporrânea

http://www.escritorassuicidas.com.br/

novas vozes da literatura feminina

http://www.algumapoesia.com.br/

o nome já diz…

http://www.digestivocultural.com/

site mais completo com ensaios, estudos, textos e obras

http://www.lol.pro.br/

site superinteressante que achei essa semana

quer saber?

Clique 😉
Contatos: 4allmagazine@gmail.com

Esportes…por Renato Chagas

AYRTON SENNA DO BRASIL!!!!

Um ótimo domingo a todos. Hoje gostaria de dedicar esta coluna a um dos maiores ídolos que tive a oportunidade de acompanhar.

Um homem que me fez acordar cedo todos os domingos só para ver aquele carro vermelho e branco correr; com aquele capacete verde-amarelo e com uma bandeira do Brasil aos ventos sempre depois de uma vitória.

Um homem que além do grande piloto, foi um grande ser humano que ajudava as pessoas, através do Instituto que leva seu nome.

Mais do que um piloto, um mito das pistas mundiais. Cuja morte ainda deixa uma mácula enorme na Fórmula 1 e no esporte brasileiro; depois dele, já tivemos outros ídolos, mas não como ele.

Ele que imortalizou uma música, o Tema da Vitória, mesmo com a Globo querendo fazer a mesma coisa com o Barrichello; mas esse tema é dele. Não poderia ser outro: AYRTON SENNA!!!!!

Uma marca que nos deixou em 1° de maio de 1994 e que completaria 50 anos domingo passado.

Senna foi, sem dúvida, um dos maiores pilotos que o Brasil e o mundo já tiveram. É um daqueles exemplos que talvez nunca mais veremos, a próxima geração talvez…

A sua história, tanto no automobilismo, quanto na vida, será sempre lembrada por todos nós; que vimos ou não.

Onde você estiver, um feliz aniversário. Que você, Senna, continue sendo exemplo de homem, de profissional e, principalmente, de um brasileiro!!!!

Um grande beijo a todos e até quarta, na coluna de atualidades.

P.S.: Aproveito a oportunidade para convidar a todos os leitores e meus colegas da 4all Magazine para a festa de comemoração do meu aniversário, que será realizada no dia 25 de abril, a partir das duas horas da tarde; no Shopping Frei Caneca, em São Paulo. Espero contar com a presença de todos!!!!

Contatos: 4allmagazine@gmail.com

A cantora Sandy lançou seu site oficial no UOL nesta quarta-feira
(24) com um teaser sobre seu novo disco solo.

No vídeo, Sandy fala de sua relação com a música. “Eu sempre soube o
tamanho que a música tem na minha vida, o quanto ela é importante pra
mim, o quanto ela é dominante na minha vida. E eu preciso muito disso
pra viver, pra ser feliz”. Novos vídeos serão colocados no site nos
próximos dias, e o primeiro single do disco será lançado no mês de
abril.

O novo álbum da cantora de 27 anos, o primeiro sem o irmão Junior
Lima, deve ser lançado no dia 7 de maio. O trabalho terá 13 faixas
inéditas e contará com a participação especial da cantora inglesa
Nerina Pallot em uma das canções. Acesse o site oficial para assistir
ao teaser em vídeo.

http://sandyoficial.uol.com.br/

Fonte: Uol Música

Contatos: 4allmagazine@gmail.com

Quadrinhos …Mutante X

Personagens imutáveis

Fã  de quadrinhos é um leitor extremamente exigente. Quando conhece algum personagem que goste e acompanhe, para ele, o personagem se torna sagrado, intocável, quase um patrimônio histórico. E, em se tratando de histórias em quadrinhos, um mercado sempre em evolução e em busca de novos leitores, isso é praticamente impossível.

Já  participei de várias discussões em fóruns da Internet a respeito de uma história X ou Y que mudou radicalmente o conceito de alguns personagens. É uma discussão vazia, que não leva a nada nem a lugar nenhum, mas o fã se acha no direito de criticar. Claro que certas mudanças dão revolta mesmo. Uma radical mudança na vida Homem-Aranha deixou os fãs irados e com toda razão: para salvar a vida de sua tia que estava à beira da morte, o herói faz um pacto com o demônio e cerca de 20 anos de sua vida são “apagados”, como se não tivessem acontecido. Pufff! Sumiu!

Comercialmente falando, os editores perceberam que fizeram uma burrada 20 anos atrás e, como as tentativas para consertá-la só aumentaram a caca, decidiram que nada daquilo tinha acontecido. Simples assim. Como não dá pra fazer isso sem uma boa justificativa, inventaram o pacto demoníaco e jogaram goela abaixo dos leitores, que não engoliram nada bem. Entre ameaças de “nunca mais comprarei as revistas” e até mesmo a morte dos editores, a situação se resolveu na edição seguinte.

Curiosos pra saber como eles fariam com a questão da cronologia – falarei sobre ela no próximo artigo – a edição de estreia da nova fase quebrou recordes de venda nos Estados Unidos. Com o tempo, o leitor percebeu que as histórias melhoraram. Fica o gosto amargo de uma atitude arbitrária e mal decidida, mas que o herói ganhou um novo fôlego, não se pode negar.

Outro exemplo clássico são as discussões a respeito das personificações dos heróis no cinema. Basta surgir um boato de que um filme será feito e já começam as discussões sobre quem deve – ou, na maioria das vezes, quem NÃO DEVE – receber o papel. E, quando o nome do ator é anunciado, nova briga. “Batman” de Tim Burton (1989) foi um desses filmes criticados pelos fãs.

Depois de uma espera de mais de 30 anos para ver o Homem-Morcego nas telas, os leitores souberam que ele seria encarnado pelo baixinho Michael Keaton. Foi um deus-nos-acuda! Apesar das críticas, Burton fez o filme do seu jeito e hoje o filme é idolatrado como um dos que melhor personificou o herói, apesar do porte físico do ator não corresponder aos quadrinhos.

Muitos outros exemplos podem ser citados de radicalismo de fãs chamados de xiitas. Aqueles que nunca estão contentes com nada. Mas radicalismos à parte, é preciso ter consciência que personagens de quadrinhos são produtos a venda e que, se esse produto não for do agrado do seu público, ele não vende. É impossível manter o mesmo tratamento que se dava há meio século atrás, quando estes personagens foram criados. Os leitores precisam entender que uma história com um bom roteiro cobre ou alivia qualquer tipo de erro que se faça com os personagens. Se até a Turma da Mônica cresceu, por que os leitores não podem?

Em tempo: embora isso já tenha sido feito na última segunda-feira, deixo registrado aqui os pesares pela morte do cartunista Glauco, grande nome dos quadrinhos nacionais. Seus personagens tão marcantes, o traço característico e sua crítica política afiada, contribuíram para firmar e valorizar esta arte em nosso País. O quadrinho nacional está de luto, mas a história não chegou ao fim. Ela apenas aguarda o lançamento da próxima edição.

Contatos: 4allmagazine@gmail.com